Um dos grandes desafios que o próximo governo municipal terá no ano que vem, será de ter propostas para a retomada do emprego e da renda das pessoas, da volta gradual das atividades econômicas e da geração de oportunidades para as empresas de nosso município, mas o que isso tem a haver com o poder público? 

Em meus estudos e conversas com outros gestores e analistas, identifiquei que este será um ponto central de interesse da sociedade, a pergunta que todos se fazem é, como será este novo “normal” com a convivência com o vírus até que tenhamos uma vacina? Creio que o poder público pode ser protagonista, sabemos todos das grandes dificuldades financeiras de nossa cidade, mas é possível adotar algumas políticas públicas para valorizar nosso povo e nossas empresas, e é isso que quero dividir com vocês. 

A prefeitura é um grande comprador, tem que abastecer as escolas, a rede de saúde, de assistência social, realiza obras e investimentos, enfim aplica recursos bem expressivos na manutenção da cidade e de sua estrutura administrativa. É possível criar uma política pública para realizar estas compras, ou uma parte delas, de micro empresários e de empresas de nossa cidade. Claro que com muito cuidado e atendendo a todos os requisitos que as leis hoje vigentes preconizam. 

Mas tenho algumas ideias que julgo serem fáceis de se implementar e são utilizadas em outras cidades, como a criação de um programa de fomento aos pequenos negócios, que depois daremos todos os detalhes, mas que consistiria em uma Lei Municipal com a criação de uma Agência ou Centro de atendimento aos micro e pequenos empresários para que se regularizem, tenham acesso a lotes de compras governamentais, tenham certeza do pagamento por parte da prefeitura de seus produtos e serviços prestados e tenham acesso a micro crédito com aval do município. Assim criaremos uma cadeia de pequenos negócios que em poucos meses elevará nossa competitividade de nossos produtos na região, gerando renda e também impostos que auxiliarão na manutenção do programa. 

Nada será fácil a partir deste final do ano e em 2021, mas com ideias que deram certo em outras cidades e com a ajuda de todos, poderemos sim, sair desta pandemia mais fortes e mais competitivos, gerando renda e bem estar social a nossa gente.

Eduardo Junqueira Dias
Graduando em Administração e cidadão poços-caldense.


Artigo publicado por Eduardo Junqueira Dias | Jornal da Cidade | ANO XXXIII | Nº 7.311 | POÇOS DE CALDAS (MG) | 11 e 12 de JULHO de 2020, Página 8.